Intranet Sesi SP

Geral

O Sesi de São Paulo usa o sistema de intranet também administrado pelo Recursos Humanos da empresa. Clique aqui para ser direcionado para o portal. Através do seu e-mail de uso você pode cadastrar uma senha e login e se não for funcionário de nenhuma unidade do Sesi de São Paulo e mesmo assim quiser fazer parte do sistema do Sesi basta se cadastrar e preencher as suas informações curriculares.

Se você está somente interessado em saber mais informações sobre cursos do Sesi o canal correto de acesso é site do Sesi SP, que funciona por meio do link oficial da escola na WEB. Através do site você saberá mais informações sobre as aulas do Sesi que começarão e demais projetos ligados a esta instituição.

Em Fortaleza, o Intranet também é utilizado. O Intranet SME, do Sistema Municipal de Educação de Fortaleza separa os dados do portal da Prefeitura e simplifica da melhor forma.

Intranet Sesi AL

A Intranet para quem é do Sesi Alagoas funciona por meio de um campo dentro do site oficial do Sesi do estado (clique aqui e confira). Por meio desse canal, com a sua senha e login em mãos, você poderá acessar informações restritas ao seu perfil.

Se você for um usuário comum, e quer somente mais informações sobre os cursos do Sesi e demais eventos da instituição, saivá que acessando o site http://www.al.sesi.org.br você conseguirá verificar tudo isso, sem precisar fazer o uso da intranet do Sesi, pois grande parte das informações são abertas a todos os usuários.

Intranet Sesi GO

Já quem tem acesso restrito por meio da intranet do Sesi de Goiás precisa acessar um link diferenciado. Esse espaço foi criado especialmente para quem está querendo um acesso restrito a esse canal de comunicação feito pelo Sesi de Goiás.

É necessário ter um login e senha cadastrado, sendo que esse vínculo é criado junto a administração do Sesi local. Clique aqui e acesse agora mesmo a área restrita do Sesi GO da intranet. Para quem está interessado em saber mais informações sobre cursos, atividades culturais e tudo mais que acontece nas unidades do Sesi de Goiás sem o uso de senha de acesso e login na intranet, acesse o site oficial da instituição.

8 coisas que você não saiba sobre o Tiago Leifert

Geral

Apresentador do programa Zero 1 e do Big Brother Brasil da Rede Glogo Globo, Tiago Leifert, tem uma longa trajetória na televisão. Apesar de hoje ser uma celebridade, Leifert nem sempre quis ser famoso. Listamos 8 coisas que você provavelmente não sabia sobre ele.

Tiago Leifert começou cedo na TV.

Com apenas 16 anos de idade, já fazia a cobertura do programa Desafio ao Galo, hoje extinto, que transmitia os jogos das equipes de várzea de São Paulo pela TV Gazeta, afiliada da Rede Globo;

Formado em psicologia

O apresentador é formado em psicologia por uma faculdade em Miami, nos Estados Unidos, e afirma em entrevistas que até hoje usa o que aprendeu em sala de aula. Também nos Estados Unidos, se formou em Comunicação com habilidade em telejornalismo e estagiou na Rede NBC;

Filho dos dos advogados Maria Helena Lopes Rodrigues Leifert e Gilberto Carlos Leifert.

O Pai de Tiago também é diretor da Central Globo de Relações com o Mercado;

Transtorno alimentar da esposa

Em algumas entrevistas, Tiago afirma que ajudou a esposa, Daiana Garbin, a tratar um transtorno alimentar que lidava há mais de 22 anos. Ele foi fundamental para Daiana parar de tomar remédios para emagrecer e afirma que a formação em psicologia contou bastante nesse momento;

Apresentador com 28 anos

Com 28 anos, assumiu o cargo de apresentador e editor-chefe do Globo Esporte de São Paulo. Permaneceu nesse posto de 2009 a 2015, e no dia de sua despedida ficou emocionado e chorou ao vivo na TV;

Apresentador de vários programas

Além do programa Zero 1, que apresenta atualmente, Tiago Leifert já apresentou outros 6 programas na Rede Globo: Globo Esporte São Paulo, Central da Copa, The Voice Brasil, The Voice Kids Brasil, É De Casa e o Big Brother Brasil (BBB). Foi nesse último posto que Leifert sucedeu o também apresentador Pedro Bial. As Inscrições do BBB 21 já estão abertas. Vale a pena tentar uma vaga;

Considera um “desapresentador

Tiago Leifert se considera um “desapresentador”. Em entrevista ele afirma que foge da figura dos apresentadores formais da televisão.

Judaísmo

A religião do apresentador é o judaísmo. Ele casou com Daiana Garbin em uma cerimônia dupla, onde a irmã Marcela também oficializou a relação com o diretor do Programa do Jô, Willem Van Weerelt. O casamento teve uma bênção católica e uma judaica e Tiago quebrou o copo, que é uma tradição religiosa dos judeus.

6 Coisas que você precisa saber antes de morar em São Paulo

Geral

Se você está com planos de viver na agitada São Paulo, é recomendável fazer uma pesquisa sobre a vida no local antes. Não é novidade que a cidade é um das mais movimentadas do país e como todo lugar, tem suas vantagens e desvantagens. A seguir, você irá conferir 6 coisas que você precisa saber antes de morar em São Paulo.

1. A cidade nunca para. Nunca!

A capital dispõe de serviços basicamente 24 h por dia: restaurantes, farmácias, lanchonetes, padarias. A vida noturna da cidade é tão agitada quanto a diurna. Há uma grande quantidade de atrações voltadas só para a noite.

2. Viver em São Paulo não é barato

Para quem quer se mudar para São Paulo e ter uma qualidade de vida, é preciso lembrar que viver neste centro comercial não sai barato.  Lazer, educação, alimentação, transporte: tudo tem um custo elevado e pode ser uma surpresa para você, dependendo de onde você está vindo. Você pode chegar a pagar R$17,00 em um estacionamento, por exemplo. Sem contar que os impostos obrigatórios para proprietários de carro, como o IPVA, são geralmente os mais altos do país. Por isso, antes de se mudar ou se você se mudou recentemente para a cidade que nunca dorme, consulte o IPVA SP.

3. Diversidade gastronômica

Este é um ponto positivo para quem está pensando em viver na cidade. São Paulo é habitada por pessoas de todo o país e até do mundo, e sua gastronomia faz jus a isto. É possível experimentar todo tipo de comida no centro: da nordestina à italiana. A qualidade também não decepciona quem pode desfrutar desta diversidade.

4. Trânsito caótico

Esta provavelmente é a maior desvantagens da cidade. O trânsito é quase sempre caótico. Horários de pico e feriados são os maiores pesadelos das pessoas que habitam São Paulo por conta do congestionamento, sem contar que o transporte público não funciona bem.

5. O clima é instável

Não é a toa que São Paulo é conhecida como a “cidade da garoa”. O clima pode mudar repentinamente sem dar aviso. Então caso você se mude para lá, esteja sempre preparado portando um casaco e um guarda-chuva.

6. Institutos de Educação

São Paulo dispõe das melhores universidades, tanto no ensino público quanto no privado. Uma boa dica para quem for morar na cidade é investir na sua capacitação profissional. E não é só no nível superior que SP impressiona pela qualidade: educação fundamental e médio, cursos técnicos entre outros.

Quais os requisitos necessários para receber o Bolsa Família?

Geral

O Bolsa Família é um dos poucos programas sociais que trabalha com transferência de renda, ou seja, as pessoas que podem receber têm acesso ao auxílio financeiro em dinheiro.

Muitas famílias já se utilizam do recurso, porém é válido lembrar que nem todas elas podem ter direito a esse suporte. Se você está pensando em solicitar o benefício, veja a seguir quais os requisitos necessários para participar do programa:

O Bolsa Família é um programa que está em vigor há alguns anos e já beneficiou diversas famílias brasileiras. O objetivo dessa inciativa é melhor o cenário de fome e pobreza do país.

Por isso, é necessário que o programa selecione famílias que realmente precisem receber esse auxílio. Assim, podemos dizer que as exigências de participação do Bolsa Família, selecionam quem realmente precisa de suporte para ter acesso a condições básicas de vida.

Entre essas condições, podemos mencionar a possibilidade de comprar roupas adequadas se necessários, como também ter acesso a alimentação básica mensalmente.

Essas necessidades são calculadas anualmente junto ao salário mínimo anual. Portanto, com o reajuste do salário mínimo 2021, provavelmente o programa também sofrerá algumas adaptações.

Mas afinal, quem pode participar?

O programa Bolsa Família irá dividir as famílias em duas categorias do benefício. A primeira é destinada as famílias que se encontram em situação de pobreza absoluta, estando com a renda mensal muito inferior à média.

A segunda categoria serpa dedicada às famílias que se encontram em situação de pobreza, com renda inferior à média, mas ainda com uma base melhor de vida.

E serão divididas assim, as exigências de participação do programa. Para a primeira categoria, a família deverá possuir renda mensal por pessoa equivalente a R$89. Já a segunda permite uma renda entre R$89,01 e R$177 por pessoa.

Como mencionado, o Bolsa Família sofre alterações diretas do salário mínimo, já que os cálculos feitos são baseados nele. Portanto, esteja atento a possíveis mudanças nas médias citadas.

Confira em: https://salariominimo2020.com.br/

Caso você esteja dentro dos padrões de renda estabelecidos pelo programa, você pode solicitar o seu recurso em uma unidade CRAS mais próxima.

Se o seu pedido for aprovado, você passará a ter direito ao saque Bolsa Família e por isso deverá estar atento ao calendário de recebimento do seu benefício, como indicado na imagem acima.

É importante conferir toda a sua documentação, assim como a dos seus dependentes declarados no CRAS. Esteja atento às datas e regras de permanência do programa!

Receita divulga novidades para o IR nesse ano

Geral

Se você está em busca de informações sobre IRPF 2019, você encontrou o lugar certo. Uma nova lei foi publicada recentemente no Diário Oficial da União que prevê o ajuste escalonado do Imposto de Renda 2020, prevendo o surgimento de diversas mudanças. Aqui nesse post você encontrará informações relevantes para ficar bem informado.

Nova tabela do IR

Com diversas tramitações no Congresso, os parlamentares exigiam o aumento de 6,5% nas faixas salariais. Esse ajuste foi considerado impossível pelo governo que apresentou uma contraproposta de 4,5% de reajuste, alegando que 6,5% tiraria ainda esse ano cerca de 7 bilhões de reais dos cofres públicos.

Informe-se também sobre os direitos e deveres do trabalhador no portal da Receita Federal!

Com essa negação de reajuste, ficou acertado o seguinte modelo entre as partes: todos os contribuintes que ganham até R$ 1.903,98 ficam isentos da declaração. As demais correções serão aplicadas de acordo com as faixas de renda.

As novas regras valem para 2018, utilizando o ano-calendário 2015. Este novo modelo de tabela IRRF 2018 surpreenderá todos que estavam esperando apenas reajustes.

Como funciona o Imposto Retido na Fonte

Muitas pessoas, com certeza, já devem ter ouvido essa sigla, mas poucos sabem a respeito. IRRF significa Imposto de Renda Retido na Fonte.

E o que isso significa? No IRRF, é a pessoa jurídica que declara o imposto de renda ao contrário do IRPF (Imposto de Renda da Pessoa Física) que é a própria pessoa que faz a declaração. No IRRF, é a fonte pagadora que declara e não o beneficiário. Aproveite também para se informar sobre Tabela INSS 2020!

O IRRF é um imposto que incide sobre alguns rendimentos. Confira:

  • Os rendimentos que são pagos pela prestação de serviços entre pessoas jurídicas, no caso de agências de publicidade e alguns serviços de corretagem, por exemplo
  • Todos os rendimentos que são pagos por pessoa jurídica no caso trabalhos não assalariados
  • Rendimentos pagos por pessoas jurídicas ou físicas no caso de trabalhos assalariados
  • Todos os rendimentos de royalties e aluguéis pagos por pessoas jurídicas
  • Os rendimentos que são pagos por fontes situadas em nosso país a empregados, pessoas jurídicas remetidas, creditadas, situadas no exterior

Você também pode obter mais informações no próprio site da Receita clicando aqui.

Como Ficou a Nova Tabela?

Podemos observar na tabela IRRF 2020 que todos os contribuintes que ganham as menores faixas de renda tiveram um reajuste maior e todos que ganham as maiores faixas de renda tiveram um reajuste menor. Lembrando que esse reajuste é proporcional, nos deixando mais sossegados, porque quem ganha menos ainda pagará menos impostos, ao contrário de quem ganha mais.

O reajuste proposto pelo Congresso Nacional será de 6,5% para as duas primeiras faixas. Na terceira faixa, a correção será de 5,5%. Na quarta, será de 5% e nas duas últimas será de 4,5%.

Como Tirar Dúvidas?

Sabemos que declarar o imposto de renda não é uma coisa fácil. Se você tiver alguma dificuldade, você pode ligar para a Central de Atendimento da Receita Federal e esclarecer todas as suas questões.

  • O Receitafone é 146: basta ligar e se informar.

Se você preferir sanar algumas dúvidas usando a Internet, você pode clicar aqui e ir direto na sessão Fale Conosco.

Se optar em ir pessoalmente, você pode encontrar a unidade mais próxima de você clicando aqui.

Boa sorte!